QUEM SOMOS

A METRO MODULAR Engenharia de Sistemas Construtivos nasceu com o intuito de oferecer ao mercado por meio de sistemas construtivos inteligentes produtos com qualidade, sustentabilidade e comprometimento. A construção civil é um mercado extremamente exigente e está em constante busca por soluções criativas que otimizem o processo e reduzam custos. E justamente para atender esta necessidade é que a METRO MODULAR desenvolveu e vem aperfeiçoando de forma pioneira, diferenciada e acessível uma solução para o setor. as formas plásticas para concreto.

TECNOLOGIA

FORMAS INDUSTRIALIZADAS – TECNOLOGIA METRO MODULAR OBJETIVO

A METRO MODULAR Engenharia, empresa no mercado de formas há mais de duas décadas, alinhada com as novas tendências da construção civil, desenvolveu o sistema de formas plásticas METRO MODULAR para concreto, em qualquer tipologia construtiva, buscando:

  • Resistência e estabilidade para suportar os esforços oriundos do lançamento do concreto mantendo-se na posição de projeto;
  • Flexibilidade, com a modularidade permitindo a adequação a qualquer tipo de projeto e a reutilização permanente dos componentes;
  • Qualidade de acabamento quanto à superfície do concreto, planicidade, linearidade das arestas, prumo e nível;
  • Simplicidade na montagem e desmontagem, não exigindo pré- qualificação da mão de obra, bastando um breve treinamento;
  • Facilidade de manuseio, oferecendo componentes de pouco peso que permitem o transporte manual, mesmo entre pavimentos;
  • Manutenibilidade, através da fácil reposição de componentes;
  • Durabilidade, pela qualidade do material utilizado na produção dos componentes;
  • Disponibilidade, oferecendo a modalidade de locação mensal da forma, o que viabiliza a aplicação em obras de quaisquer dimensões e escala, podendo ser utilizada com grandes vantagens numa unidade ou um conjunto habitacional.

MATERIAIS

Para conseguir os resultados buscados, a escolha dos materiais foi fundamental, visto que são eles que atribuem resistência, durabilidade, baixo peso e manutebilidade ao sistema.

Fase plástica - Os componentes, que atuam diretamente em contato com o concreto e atribuem forma aos elementos estruturais, são produzidos em resina plástica estrutural com resistência e flexibilidade adequadas. O material plástico residual de peças inutilizadas é reutilizado, originando novos componentes com as mesmas características do material novo.

A produção dos componentes plásticos, desde a aquisição da resina até a injeção, obedece a um rígido controle de qualidade interno que certifica a sua qualidade.

Metais - Para atribuir rigidez ao sistema plástico foram projetados componentes metálicos (quadros, cantos, alinhadores e outros) utilizando perfis e chapas de aço ASTM A36, disponíveis no mercado o que permitem a recomposição e manutenção do sistema em qualquer lugar onde a obra se desenvolva.

Desmoldante – O desmoldante utilizado foi desenvolvido especialmente para aplicação no sistema de formas plásticas, visto que produtos a base de óleo dos desmoldantes usuais reagem com a resina plástica, comprometendo a durabilidade das formas.

INTELIGÊNCIA DO SISTEMA

No desenvolvimento do projeto, a dinâmica do sistema foi estabelecida levando em conta, além das condições estruturais, de resistência a esforços e deslocamentos, a fisiologia humana do trabalhador médio e o contexto cultural e social da construção civil no país.

CONTENÇÃO E ESTANQUEIDADE

O sistema é montado em camadas, iniciando-se pela fase plástica, cujos componentes são de baixo peso e permitem o manuseio sem a necessidade de equipamentos mecânicos. A escolha das dimensões dos painéis na fase de projeto considera o peso ideal a ser manuseado, buscando o menor número possível de painéis, o que reduz a quantidade de conexões e operações com travas.

O travamento entre os painéis utiliza travas padrão, fáceis de serem instaladas com ferramentas simples e leves. Os painéis são constituídos de módulos na dimensão máxima de 400 x 400 mm, fixados com travas plásticas facilmente operadas, o que permite a substituição de peças de reposição na obra, na posição de trabalho.

ENRIJECIMENTO

Os componentes metálicos utilizados para enrijecimento são de desenho simples, possuem facilidade de manuseio e interpretação e são instalados em camadas ancorando o sistema plástico com barras de rosca e porcas, extremamente simples de operar.

Tanto a fase plástica quanto os componentes metálicos foram projetados e dimensionados de modo a resistir e atribuir resistência ao conjunto.

ESTABILIDADE E RESULTADO

A estabilidade do conjunto permite um excelente resultado no acabamento do concreto, quanto á planicidade, linearidade, prumo e nível, desde que o sistema seja operado segundo os procedimentos exigidos pelo manual técnico.

SISTEMAS DE APOIO

A METRO MODULAR ENGENHARIA disponibiliza também, para opção do cliente, o sistema metálico de apoio ao trabalho, composto de andaimes, guarda corpos, mão francesa e outros componentes, que permitem aos trabalhadores realizar a operação do sistema com segurança e conforto compatível com o tipo de atividade.

REGULAMENTAÇÃO

O sistema METRO MODULAR de formas para concreto atente às prescrições da NBR 15.696 – Fôrmas para concreto, além de outras pertinentes, bem como às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho. O sistema é plenamente compatível com a norma NBR 15.575 – Desempenho de edificações habitacionais, sendo aprovado para uso em obras financiadas pelo Sistema Financeiro Habitacional – SFH.

A METRO MODULAR ENGENHARIA DE FORMAS LTDA. é detentora dos direitos de propriedade industrial do sistema METRO MODULAR, com registro nos órgãos de regulação.

Responsabilidade Ambiental

Produzidas com resinas plásticas, as formas Metro Modular são uma alternativa real ao uso da madeira e podem ser utilizadas inúmeras vezes e em diferentes projetos, sendo moduladas para quaisquer dimensões.

As formas plásticas geram "obras limpas", pois reduzem sensivelmente a geração de resíduos construtivos, mitigando impactos ambientais.